O ministro alemão lembra o turco morto por terroristas: "Enver era um de nós"

Enver Şimşek, a primeira vítima do grupo terrorista NSU na Alemanha, morreu vítima de oito balas disparadas por terroristas em Nurnberg, onde vendia flores para sustentar a sua família.

1488089
O ministro alemão lembra o turco morto por terroristas: "Enver era um de nós"

O Ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoglu, respondeu com estas palavras à contribuição feita pelo Ministro das Relações Exteriores alemão, Heiko Maas, no aniversário da morte de Enver Şimşek, massacrado em Nürnberg a 9 de setembro de 2000.

“Heiko, agradecemos a sua sensibilidade, mas a realidade é que em vinte anos não conseguimos percorrer a longa distância necessária para combater este flagelo. Apenas juntos podemos derrotar o racismo e a xenofobia. Recordamos Enver Şimşek com glória”.

Através de uma publicação no Twitter, o ministro Maas escreveu o seguinte sobre Şimşek: “Há vinte anos, Enver Şimşek morreu dois dias depois de ser baleado por neonazis. Muitos chamaram a este caso os 'assassinatos de döner' e que disseram que 'ele também era turco'. Por isso, vamos contar a sua história corretamente: Enver era um pai de família e um florista. Ele era um de nós".

Maas disse que Şimşek migrou da Turquia para a Alemanha em meados da década de 1980 e que era uma pessoa ambiciosa e trabalhadora.

“O sonho dele era trabalhar como florista no seu próprio negócio. Ele aprendeu a decorar flores depois de vir do trabalho e vendia flores na rua da rua ao fim de semana. Ele foi tão criativo e bem-sucedido, que deixou o emprego na fábrica e, num curto espaço de tempo, criou empregos para algumas outras pessoas. Ele morava com a sua esposa e dois filhos em Hessen e construiu algumas coisas. A sua loja tornou-se num negócio de retalho com várias delegações. Enver Şimşek adorava seu trabalho, mas acima de tudo, adorava fazer churrascos no jardim com os amigos e fazer férias com a família. Enver Şimşek seria um avô agora. É essa história que devemos contar hoje. A história de Enver, é a história de um de nós”.

Enver Şimşek, a primeira vítima do grupo terrorista NSU na Alemanha, morreu vítima de oito balas disparadas por terroristas em Nurnberg, onde vendia flores para sustentar a sua família.



Notícias relacionadas