Protestos em Bruxelas contra os colonatos israelitas ilegais na Cisjordânia ocupada

Centenas de manifestantes exibiram cartazes onde se podia ler "Viva a Palestina" e "Não à anexação do território palestino".

1445487
Protestos em Bruxelas contra os colonatos israelitas ilegais na Cisjordânia ocupada

A capital belga de Bruxelas protestou contra os colonatos ilegais de Israel na Cisjordânia ocupada e contra o plano de "anexação" do Vale do Jordão.

Centenas de manifestantes reuniram-se na sequência dos apelos de numerosas organizações na Praça Trone, nas proximidades da Embaixada dos Estados Unidos. Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra Israel.

Os manifestantes exibiram cartazes dizendo "Viva a Palestina", "Não à anexação do território palestino", "Israel coloniza, a Palestina sofre" e "Resiste Palestina!", e pediram que fossem impostas sanções contra Israel.

A polícia tomou fortes medidas de segurança durante o protesto, em que foram empunhadas bandeiras palestinas.

O alegado plano de paz para o Médio Oriente, anunciado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump e pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante uma conferência de imprensa no dia 28 de janeiro na Casa Branca, prevê a construção de colonatos judeus ilegais na Cisjordânia, considerando como essa zona como "território israelita". O governo de Telavive mantém sob ocupação o Vale do Jordão, que pertence à Palestina.



Notícias relacionadas