A Europa enfrenta o alastramento do Covid-19

Há mais 3 mortes na Lombardia e subiu para 10 o número de mortes em Itália.

A Europa enfrenta o alastramento do Covid-19
umman korona kovid.JPG

A Direção de Defesa Civil de Itália anunciou mais 3 mortes na região da Lobardía devido ao Covid-19. Com estas novas vítimas mortais, o número de mortes em Itália subiu para 10. Regista-se também uma escassez de máscaras em Patra, na Grécia, o porto de onde se realizam expedições marítimas diretas para Itália.

A imprensa grega informou que perante o aumento do número de casos de vírus, as pessoas em pânico em Patra enchem as farmácias, mas não há stocks suficientes de máscaras.

Enquanto isso, o Centro Federal de Saúde Pública da Suíça, confirmou o primeiro caso de coronavírus no país.

Na Roménia, o vírus foi diagnosticado numa pessoa que regressou de Itália há três semanas. A Realitatea Plus, um canal de televisão romeno, indicou que o paciente foi posto em quarentena.

O governo francês anunciou que dois novos casos de coronavírus foram diagnosticados e que um dos 12 pacientes diagnosticados anteriormente no país, perdeu a vida.

Dois pacientes com testes positivos de Covid-19 na Alemanha estão a ser tratados. O número de pacientes no país, com mais dois pacientes diagnosticados na Renânia do Norte-Vestfália e em Baden Württemberg, subiu para 17. Em Colónia, a Feira Internacional de Sucata foi cancelada. O evento deveria ser inaugurado no dia 1 de março, mas foi cancelado devido ao perigo da epidemia de coronavírus.

Até agora, o Covid-19 causou a morte de mais de 2 700 pessoas, depois de surgir em Wuhan, na China, e daí alastrou para mais de 30 países. Atualmente, há mais de 80 mil pessoas em quarentena.



Notícias relacionadas