União Europeia alerta para o aumento de mortos devido ao aumento da violência na Líbia

"Devemos parar a violência em Trípoli o mais rapidamente possível".

1363317
União Europeia alerta para o aumento de mortos devido ao aumento da violência na Líbia

O Alto Comissário Europeu para os Negócios Estrangeiros e Políticas de Segurança da UE, Josep Borrell, indicou que a violência está a crescer na Líbia, para além dos ataques contra o porto de Trípoli, uma situação que agrava a situação da população e aumenta as perdas de vidas civis. Borrell pediu que todos os ataques sejam suspensos o mais rapidamente possível no país, e que os partidos se empenhem no diálogo político sobre o cessar fogo.

Os milicianos de Khalifa Hafter, o líder das forças armadas ilegítimas do leste da Líbia, realizaram dois ataques com mísseis contra o porto comercial de Trípoli, na terça-feira, causando a morte de três civis e deixando outros 5 feridos.

O plano de solução apresentado pela ONU para a Líbia e apoiado pelos países participantes na Conferência de Berlim, contempla 3 linhas de rumo que permitem encontros entre as partes em conflito, como negociações militares, económicas e políticas, no formato 5 + 5. Este formato caracteriza-se pela participação de 5 representantes de cada parte e tem como objetivo obter uma trégua permanente.

O Governo de Acordo Nacional da Líbia, na avaliação da situação com caráter de emergência que fez já depois  da meia-noite, suspendeu a participação na reunião da comissão militar no formato 5 + 5 que deveria ter lugar em Genebra, em resposta aos ataques dos milicianos de Hafter contra o Porto de Trípoli.

O primeiro ministro líbio Fayez al-Sarraj anunciou ontem a suspensão de todas as negociações políticas, militares e económicas com Haftar.


Etiquetas: #Borrell , #cessar fogo , #Líbia , #UE

Notícias relacionadas