Manifestantes protestaram contra o presidente do Egito em Londres

O líder do Conselho Revolucionário do Egito, Maha Azzam, disse que o general Al Sisi "é um assassino de egípcios inocentes".

1344621
Manifestantes protestaram contra o presidente do Egito em Londres

Um grupo de manifestantes protestou na segunda-feira em Londres contra o presidente do Egito, Abdelfatah Al Sisi, onde este participou numa cimeira de investimentos entre o Reino Unido e África, a convite do primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

Os manifestantes reuniram-se a pedido do Conselho Revolucionário do Egito, em frente ao Intercontinental Hotel O2 - onde se realizou a cimeira, tendo gritado palavras de ordem e exibido faixas contra Johnson e Al Sisi.

O líder do conselho revolucionário, Maha Azzam, disse à Agência Anadolu que todos os "egípcios livres" se reuniram para protestar contra a presença do presidente egípcio em solo britânico.

"O general Sisi é um assassino, ele é um assassino de egípcios inocentes", disse Azzam.

O líder do conselho acrescentou que o grupo também participou numa manifestação para exigir a prisão de Sisi, por cometer atos de tortura.

A Câmara Internacional de Justiça (Guernica 37), sediada no Reino Unido, pediu às autoridades judiciais no domingo que emitissem um mandado de prisão contra o presidente egípcio pelo seu papel na morte de Mohamed Morsi, o primeiro presidente democraticamente eleito no País.



Notícias relacionadas