Espanha considera a ETA oficialmente "extinta"

A Procuradoria Geral de Espanha anunciou o fim oficial da ETA, depois da organização se ter dissolvido a 3 de maio de 2 018.

Espanha considera a ETA oficialmente "extinta"

A Espanha considerou oficialmente extinta, pela primeira vez, a organização terrorista País Basco e Liberdade (ETA), no  norte da Espanha, "depois o anúncio de sua dissolução".

A Procuradoria Geral de Espanha anunciou o fim oficial da ETA, depois da organização se ter dissolvido a 3 de maio de 2 018.

O uso da expressão “extinta” para a organização ETA, no relatório de 2 018 apresentado pela Procuradoria, por ocasião da abertura do ano judicial na Espanha, é relevante por ser a primeira vez que tal acontece.

A ETA, que levou a cabo ações terroristas pela independência da Comunidade Autónoma do País Basco durante mais de 40 anos, e que é responsável pela morte de cerca de 850 pessoas, anunciou que abandonou suas ações armadas em outubro de 2 011, deixando completamente as armas em Abril de 2 017. A organização dissolveu-se em maio de 2 018.

O relatório, assinado pela procuradora-geral Maria José Segarra, enfatizou que existem grupos políticos e civis que continuam a luta pela independência, apesar do fim da violência no País Basco: “O principal vetor de ameaça no País Basco são os oponentes dos grupos políticos de extrema esquerda que operam legalmente, e quem lidera esses grupos são os prisioneiros da ETA que se opõem ao fim da luta armada e ao Movimento pela Amnistia e Contra a Repressão (ATA)”


Etiquetas: ETA , Espanha

Notícias relacionadas