Petroleiro sequestrado por emigrantes foi resgatado pela armada maltesa

Os emigrantes ameaçaram o capitão e os tripulantes do petroleiro, tendo depois assumido o controlo do navio e dirigido-se para Malta, recusando regressar à Líbia.

1172563
Petroleiro sequestrado por emigrantes foi resgatado pela armada maltesa

O petroleiro Elhiblu 1, com bandeira do Palau, que fazia a rota entre Tuzla (Istambul) e o porto líbio de Tripoli, foi sequestrado pelos emigrantes que resgatou perto da costa Líbia.

O navio cisterna resgatou os migrantes esta quarta-feira, quando navegavam à deriva num barco em más condições, ao largo da Líbia. O sequestro terá acontecido quando se tornou claro que o capitão pretendia reencaminhar os migrantes para território líbio.

No total, o petroleiro resgatou 108 emigrantes indocumentados oriundos da Líbia, que têm como objetivo chegar à Europa. A embarcação onde seguiam foi danificada pelo mau tempo.

Os emigrantes ameaçaram o capitão e os tripulantes do petroleiro, tendo depois assumido o controlo do navio e dirigido-se para Malta, recusando regressar à Líbia.

As forças especiais maltesas assumiram o controlo do navio sequestrado esta manhã, para recuperar o controlo da embarcação. Os 108 emigrantes foram detidos e estão agora no porto de Boiler Wharf.

O navio sequestrado tinha sido vendido à Líbia por uma empresa turca e é pilotado por um capitão turco. A restante tripulação é composta por 4 indianos e um líbio.



Notícias relacionadas