Preso 345 pessoas nos protestos de sábado realizados pelos coletes amarelos na França

Aproximadamente 50 mil pessoas participaram das manifestações de acordo com o Ministério do Interior.

Preso 345 pessoas nos protestos de sábado realizados pelos coletes amarelos na França

O Ministério do Interior francês declarou que nos protestos das jaquetas amarelas de 50 mil pessoas no sábado 345 pessoas foram presas nos tumultos. Nas manifestações de 29 de dezembro, 12 mil pessoas compareceram e mais de 60 pessoas foram presas nos conflitos.

Os protestos se tornaram os mais severos dos últimos anos. As manifestações dos coletes amarelos começaram contra as condições de piora da vida, juntamente com os altos preços dos combustíveis na França, mas depois se transformaram na revolta contra Macron e seu governo. Manifestantes compostos de moradores de áreas rurais devido aos altos preços de aluguel nos centros das cidades, pedem a Macron e sua administração para melhorar as condições econômicas.

Os coletes amarelos também pedem que as pessoas sejam questionadas através do referendo, das leis que serão aprovadas ou das questões relacionadas aos cidadãos.

De acordo com os dados do Ministério da Justiça entre 17 de novembro e 17 de dezembro nos protestos dos coletes amarelos em todo o país ocorreram tumultos onde foram detidas 4 mil 570 pessoas e foram detidos 216 protestantes. Até agora 10 pessoas perderam a vida nas manifestações e mais de mil pessoas ficaram feridas.

Por outro lado, de acordo com a imprensa francesa, o nome pioneiro dos coletes amarelas Jacline Mouraud estabelecerá um partido político chamado Les Emergents. O partido se concentra em unir as pessoas contra a violência.



Notícias relacionadas