Começou na Polónia uma manobra militar com a participação de 17 500 soldados da NATO

Na cerimómia participam soldados de 10 países aliados da NATO.

Começou na Polónia uma manobra militar com a participação de 17 500 soldados da NATO

Começou na Polónia a manobra militar Anaconda 2 018, com a participação de 17 500 soldados de 10 países aliados da NATO. A Polónia participa nesta manobra militar com 12 500 soldados, os restantes vieram de outros países da Aliança Atlântica. A manobra está a decorrer no Mar Báltico e conta com a participação dos outros países aliados na região: Estónia, Letónia e Lituânia.

Em termos de equipamentos militares, este exercício mobiliza 5 mil veículos, 45 tanques e 150 aviões e helicópteros.

O objetivo principal desta manobra militar – focada no poderio aéreo – é garantir a formação das Forças Armadas da Polónia e aumentar a integração entre os países aliados e as suas forças nacionais contra as ameaças modernas. Esta manobra não tem como alvo nenhum país e é totalmente focada em missões defensivas. Esta manobra desperta no entanto as atenções, pelo facto de estar a ser realizada nos países com fronteira com a Rússia, que representa também a fronteira oriental da NATO.

Esta manobra das forças armadas da Polónia em conjunto com outros aliados da NATO irá decorrer até ao dia 17 de novembro. A manobra Anaconda das Forças Armadas da Polónia começou em 2 006, e desde então realiza-se uma vez em cada dois anos.



Notícias relacionadas