A CE vai sancionar a partir da próxima semana os países que não acolham refugiados

O comissário europeu Dimitris Avramopoulos anunciou sanções para os países que não cumpram com as suas quotas de acolhimento de refugiados.

A CE vai sancionar a partir da próxima semana os países que não acolham refugiados

A Comissão Europeia anunciou que irá “abrir processos de violação aos países membros que não tenham acolhido qualquer refugiado ou que não tenham oferecido condições de reinstalação a nenhum refugiado nos últimos anos. Todos nós assinámos este acordo” – afirmou o comissário europeu das Migrações, Assuntos Internos e Cidadania, Dimitris Avramopoulos.

Esta decisão da CE surge depois do ministro checo do Interior, Milan Chovanec, ter anunciado que o seu país não iria acolher mais refugiados por questões de segurança.

A República Checa tem uma quota de 2 691 refugiados, mas o governo de Praga decidiu suspender a sua participação no programa depois de instalar 12 refugiados vindos da Grécia.

A Polónia, a Áustria, Hungria e Eslováquia são outros países que também não querem aplicar a quota de refugiados que lhes foi definida.

Os líderes comunitários chegaram em setembro a acordo sobre uma repartição justa de 160 mil refugiados entre os estados membros da UE.



Notícias relacionadas