Hungria não aceitará 30.000 refugiados da Europa Ocidental

O ministro de Estado húngaro, János Lázár, anunciou que os países da Europa Ocidental querem devolver a Húngria cerca de 30.000 refugiados que chegaram lá em 2015

682339
Hungria não aceitará 30.000 refugiados da Europa Ocidental

O ministro de Estado húngaro, János Lázár disse que a Hungria não aceitará 30.000 refugiados que os países da Europa Ocidental querer devolver.

Lázár, na sua declaração sobre a crise dos refugiados durante um fórum, disse que poderia aumentar a pressão dos refugiados, especialmente nos meses da primavera e verão.

Ele observou que há tentativas de devolver os refugiados que foram para a Europa Ocidental através da Hungria.

"Os europeus ocidentais, principalmente a Suécia e a Alemanha, querem devolver para a Hungria, cerca de 30.000 refugiados que chegaram lá em 2015. Isto fará com que discussões se tornem sérias nos próximos meses. Essas pessoas aderiram à União Europeia, a Hungria não, mas sim a Grécia. Portanto, o Governo húngaro vai dar todos os passos para não aceitar essas pessoas ", disse ele.

O ministro Lázár também anunciou que o governo húngaro irá colocar uma nova cerca na fronteira entre a Hungria e a Sérvia.

"O governo húngaro sempre recomendado para proteger as fronteiras europeias com cercas, medidas legais e mão de obra", observou ele.

Ele também enfatizou que houve momentos em que 10.000 policiais militares operaram em apenas um dia na fronteira húngara.



Notícias relacionadas