UE terminou a correção do relatório de progresso da Turquia

Kati Piri, a redatora do Parlamento Europeu para a Turquia, condenou os ataques da organização terrorista PKK e elogiou as ajudas da Turquia aos imigrantes sírios.

UE terminou a correção do relatório de progresso da Turquia

Já terminou a correção do relatório de progresso da Turquia, elaborado pelo Parlamento Europeu (PE).

O relatório justifica a luta anti-terrorista da Turquia e dá destaque à crise migratória. A primeira versão deste relatório deverá ser publicada em abril.

Piri salientou que a Turquia enfrenta ataques terroristas do DAESH e do PKK, e recordou que este grupo faz parte da lista de organizações terroristas reconhecidas pela UE.

“Destacamos que a violência não é a solução. Condenamos fortemente todos os ataques contra as forças de segurança e civis, e acompanhamos com preocupação o levantamento de barricadas e a excavação de trincheiras” – afirmou Piri.

O relatório, surge numa altura em que a UE busca uma colaboração estreita com a Turquia por causa da crise migratória, e elogia a política de “portas abertas” seguida pela Turquia em relação aos refugiados.

“Estas pessoas precisam de proteção internacional, e isso é garantido no acordo assinado entre a UE e a Turquia. A receção dos refugiados que vêm para a Europa por vias legais, põe de lado os traficantes de pessoas e mitigará a carga do povo turco” – indicou Piri.

O relatório fala também sobre as negociações de paz em Chipre, destacando as contribuições positivas da Turquia para uma solução na ilha.



Notícias relacionadas