59 milhões de empregos estão em perigo na Europa devido ao Covid-19

Na pesquisa, lembrou-se que o Covid-1 é uma crise de saúde pública e que as medidas tomadas contra a pandemia causaram resultados muito sérios para empresas e funcionários e prejudicaram a economia real.

1402096
59 milhões de empregos estão em perigo na Europa devido ao Covid-19

A empresa de consultoria estratégica global McKinsey afirmou que o novo tipo de coronavírus (Covid-19) colocou em risco 59 milhões de empregos nos países da Europa.

McKinsey, que presta serviços de consultoria a várias empresas e instituições estatais, publicou trabalhos relacionados ao efeito da Covid-19 no emprego na Europa.

Lembrou-se que o Covid-19 é uma crise de saúde pública e que as medidas tomadas contra a pandemia causaram resultados muito sérios para empresas e funcionários e prejudicaram a economia real.

Neste trabalho, sublinhou-se que as empresas têm dificuldade em cumprir as responsabilidades financeiras com a chegada das atividades econômicas ao ponto de parar em muitos setores e devido à incerteza que muitas empresas estão avaliando fazendo mudanças na força de trabalho.

No trabalho, destacou-se que, devido ao Covid-19 na Europa, milhões de trabalhadores podem enfrentar a diminuição das horas de trabalho, tempo sem remuneração e demissão do trabalho, e foi adicionado:

"Estimamos que a crise do Covid-19 ponha em risco quase 59 milhões de empregos na Europa".

Na obra, destacou-se que esse número representa 26% do emprego total na Europa e que a pandemia nos próximos meses pode dobrar a proporção de desemprego na Europa.

Neste trabalho, foram listados os setores que serão mais afetados pelo Covid-19, atendimento ao cliente, vendas, alimentação, construção, produção e suporte a escritórios.



Notícias relacionadas