Turquia: "Sanções econômicas contra a Venezuela prejudicam as pessoas"

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hami Aksoy, disse que a Turquia não aprova a decisão dos EUA de congelar os ativos da Venezuela.

Turquia: "Sanções econômicas contra a Venezuela prejudicam as pessoas"

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hami Aksoy, disse que não aprova os Estados Unidos anunciando a decisão de congelar todos os ativos venezuelanos no país em um período em que as negociações entre o governo venezuelano e a oposição continuam.

“Estamos preocupados com o fato de essa decisão prejudicar o povo venezuelano, que luta contra as dificuldades econômicas e impacta negativamente as iniciativas destinadas a encontrar uma solução política na Venezuela  Nesse sentido, queremos reiterar mais uma vez que todas as partes devem continuar contribuindo para o processo de diálogo político a fim de encontrar uma solução duradoura para os problemas na Venezuela”, disse Aksoy em sua resposta por escrito.

O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou a ordem presidencial que congela todos os ativos da Venezuela nos Estados Unidos em 5 de agosto.

Com essa assinatura, o governo de Washington bloqueou todos os procedimentos econômicos com a Venezuela e também restringiu todas as ações com as autorizadas no Governo da Venezuela, fora da assistência humanitária.



Notícias relacionadas