"Muralha Verde" africana está sendo construída com apoio da Turquia

A "Grande Muralha Verde" visa combater a desertificação na África, criando uma parede de árvores que atravessa o deserto de leste a oeste.

"Muralha Verde" africana está sendo construída com apoio da Turquia

A seca e desertificação é um dos maiores problemas em África. Devido a isso, vários projetos estão sendo realizados para combater este problema.

A mais abrangente delas é a iniciativa da Grande Muralha Verde , que visa a combater a desertificação por estabelecer um muro de árvores, para manter o Sahara na baía para evitar a erosão do solo nos Estados de África Central, como a Nigéria, Djibouti e Senegal.

Neste contexto, está a implementar o projeto "Pontes para a África ", em cooperação com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, por sua sigla em Inglês) e do Ministério da Agricultura e Florestas da Turquia.

A Turquia no ano passado, como parte da cooperação para a iniciativa doou US $ 3 milhões.

O coordenador do projeto, Moctar Sacando, disse o correspondente da Agência Anadolu que a Turquia é um dos protagonistas da iniciativa da Grande Muralha Verde.

Sacando disse que a Turquia é um país que pode ser tomado como exemplo para outras nações na luta contra a desertificação. "A experiência da Turquia neste campo pode ajudar outros países", disse o coordenador.

Ele disse que tomar a iniciativa da Grande Muralha Verde é um programa de reabilitação de grande - terra de escala na região da África do Sahara e que o trabalho está sendo realizado em mais de 20 países no continente. 

Sacando disse que no projeto que durará 3 anos, na Eritréia, Mauritânia e Sudão, "terras florestais degradadas" serão renovadas e a gestão e a produção sustentável da terra serão apoiadas.

O coordenador do projeto lembrou que o 25º aniversário do tratado de combate à desertificação das Nações Unidas foi celebrado neste ano e insistiu que medidas devem ser tomadas nesse contexto.



Notícias relacionadas