Arábia Saudita vai participar da "oficina econômica" dos EUA no Bahrein

Segundo os Estados Unidos, a cúpula visa atrair investimentos para a região, especialmente para a Cisjordânia e Gaza.

Arábia Saudita vai participar da "oficina econômica" dos EUA no Bahrein

A Arábia Saudita participará de um workshop econômico liderado pelos EUA no Bahrein no próximo mês com o objetivo de encorajar investimentos na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

Espera-se que autoridades do governo dos Estados Unidos divulguem durante o evento os aspectos econômicos do plano de paz do Oriente Médio proposto pelos Estados Unidos, conhecido como o "Acordo do Século".

A agência de notícias SPA da Arábia Saudita disse que o ministro do Planejamento e Economia, Mohammed Al-Tuwaijri, participará da reunião. 

"A participação ocorre como a posição permanente da Arábia Saudita para apoiar os palestinos e o que poderia ajudar a alcançar estabilidade, desenvolvimento e boa vida", disse a SPA. 

Programada para ocorrer entre os dias 25 e 26 de junho, a reunião será liderada pelo principal assessor da Casa Branca (e genro do presidente dos EUA), Jared Kushner, e pelo enviado americano ao Oriente Médio, Jason Greenblatt. 

Espera-se também que uma série de diretores financeiros e líderes empresariais de vários países participem. 

De acordo com a Casa Branca, o objetivo do encontro é atrair investimentos para a região, especialmente para a Cisjordânia e Gaza, dentro do contexto do plano de paz dos EUA , cujos detalhes serão anunciados no mês que vem. 

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) , por sua vez, apontou que a administração dos EUA não consultou os líderes palestinos em relação ao encontro econômico. 

O Hamas  disse que a insistência em realizar a oficina, apesar da rejeição palestina, dá origem a "implicações no acordo do século".



Notícias relacionadas