Chega em Havana primeiro cruzeiro dos EUA em mais de 50 anos

O programa deste cruzeiro saindo de Miami a cada duas semanas com destino a Cuba, inclui um programa de atividades em terra e no mar de caráter cultural, educacional e humanitário

Chega em Havana primeiro cruzeiro dos EUA em mais de 50 anos

O navio "Adonia", da empresa Fathom, uma subsidiária da Carnival, chegou a Havana e inaugurou a primeira viagem de cruzeiro entre os EUA e Cuba em mais de meio século.

O navio, com 704 passageiros a bordo, incluindo uma dúzia de cubano-americanos, entrou na baía de Havana e realizou as manobras de atracagem no terminal de cruzeiro "Sierra Maestra", localizado no centro histórico de Havana.

A chegada do "Adonia" atraiu o olhar de dezenas de curiosos que se reuniram na Avenida Malecón e na área do antigo castelo de Morro para testemunhar a chegada do navio na baía de Havana após um percurso de cerca de oito horas.

Alguns dos espectadores que assistiram a área litoral de Havana, carregaram bandeiras cubanas e até mesmo uma dos Estados Unidos, conforme indicado pela EFE.

No convés do barco que era possível ver grupos de passageiros que assistiram as primeiras vistas da capital cubana nesta jornada inaugural e histórica.

O programa deste cruzeiro saindo de Miami a cada duas semanas com destino a Cuba, inclui um programa de atividades em caráter cultural, educacional e humanitária em terra e mar.

Carnival, a maior empresa de cruzeiros do mundo, promete aos que viajam uma "experiência de imersão cultural" para uma rota de sete dias ao redor da ilha, com uma primeira parada em Havana, e as seguintes paradas em Cienfuegos e Santiago de Cuba.

Fonte: EFE



Notícias relacionadas