Exportações de azeite caem 33 por cento na Turquia

"O azeite turco é mais caro do que o europeu. É por isso que nossas exportações têm diminuído", disse o presidente da União de Azeite do Egeu e Exportadores de Azeite de Oliva.

Exportações de azeite caem 33 por cento na Turquia

As exportações de azeite da Turquia diminuíram em 33 por cento por causa dos preços mais elevados em comparação com os preços do mercado europeu, revelaram os dados fornecidos pela Associação de Exportadores do Egeu.

De acordo com os números, o país faturou $66 milhões a partir de exportações de azeite entre 01 de novembro de 2014 á 31 de outubro de 2015 em comparação com os $100 milhões obtidos na colheita do ano 2013-14.

Os números também mostram que o país exportou 14.856 toneladas de azeite a partir de novembro de 2014 á outubro de 2015, em comparação com 26.343 toneladas durante o mesmo período do ano passado.

O presidente da União de Azeite do Egeu e Exportadores de Azeite, Emre Uygun; disse à Agência Anadolu que o ano de colheita de 2014-15 não foi bom para os exportadores turcos de azeite.

" O azeite turco é mais caro do que o europeu. É por isso que nossas exportações têm diminuído", disse Uygun.

A associação disse em janeiro que o preço do azeite turco (€ 3,62) é um euro mais caro do que a média dos mercados europeus.

"O novo ano-safra que começou em 01 de novembro irá produzir azeite suficiente para o consumo interno. Isso quer dizer que as exportações vão cair ainda mais nos próximos meses ", acrescentou Uydun.

A Espanha é o maior produtor de azeitonas e azeite de oliva do mundo, e depois vem a Itália, em segundo lugar.


Etiquetas:

Notícias relacionadas