Michel Platini detido por suspeita de corrupção relacionada com o Mundial 2 022 no Qatar

Platini é acusado de ter recebido subornos no processo de escolha do Qatar como país anfitrião do Mundial de Futebol 2 022.

Michel Platini detido por suspeita de corrupção relacionada com o Mundial 2 022 no Qatar

O ex-presidente da UEFA, Michel Platini, foi detido em França esta terça feira pela unidade anticorrupção da Polícia Judiciária francesa, por suspeitas de corrupção na organização do Mundial de Futebol de 2022

Michel Platini, de 63 anos, foi um dos jogadores mais importantes da história do futebol francês e europeu, e foi acusado de ter recebido subornos no processo de escolha do Qatar como país anfitrião do Mundial de Futebol 2 022.

A notícia sobre a detenção do ex-presidente da UEFA e ex-capitão da seleção francesa de futebol, foi dada pelo jornal francês Mediapart e está a ser replicada em todo o mundo.

Segundo o Mediapart, um jornal digital de investigação, Claude Guéant, ex-chefe de Gabinete de Nicolas Sarkozy, também foi ouvido enquanto suspeito, mas não está detido.

Platini refutou, em 2 014, as alegações de fraude que lhe foram feitas pela imprensa britânica, depois do anúncio do Qatar como país anfitrião do Mundial 2 022.



Notícias relacionadas