Fazenda aceita o acordo de Ronaldo: quase 19 milhões e 2 anos de prisão

As acusações imputadas a Cristiano Ronaldo quatro crimes contra o Tesouro Público cometidos entre 2011 e 2014 e que supõem uma fraude fiscal de 14.768.897 euros

1021190
Fazenda aceita o acordo de Ronaldo: quase 19 milhões e 2 anos de prisão

Madri, (EFE) .- A Agência Tributária deu sua aprovação ao acordo alcançado entre Cristiano Ronaldo, o Ministério Público e a Advocacia do Estado para o qual o ex-jogador de futebol do Real Madrid vai pagar uma multa de quase 19 milhões de euros e será condenado a dois anos de prisão.

Fontes legais informaram a Efe deste acordo, o que implica que o jogador português, que a partir da próxima temporada residirá na Itália, não entrará na prisão em troca de se declarar culpado de quatro crimes fiscais.

O acordo alcançado entre as acusações e a defesa do jogador de futebol estava pendente da aprovação do Tesouro, que foi o órgão que denunciou Ronaldo e cujos líderes mudaram recentemente como resultado do relevo no Governo central.

As acusações imputadas a Cristiano Ronaldo quatro crimes contra o Tesouro Público cometidos entre 2011 e 2014 e que supõem uma fraude fiscal de 14.768.897 euros. As taxas alegadamente defraudadas são de 1,39 milhões em 2011, 1,66 em 2012, 3,20 em 2013 e 8,5 em 2014.

O acordo final através do tribunal criminal reduz esse montante defraudado para 5,7 milhões de euros, mas o montante total a ser pago adicionando a multa e juros chega a quase 19 milhões. Também pagará os custos da Advocacia Estadual no processo, de acordo com as fontes consultadas.



Notícias relacionadas