Encontram um documento do período Solimão, o Magnífico, no Azerbaijão

O documento chamado "Hibename" ou "Mülkname" certificado de título, foi escrito em Istambul em 1566 usando tinta preta, dourada e azul

Encontram um documento do período Solimão, o Magnífico, no Azerbaijão

No arquivo do Instituto da Academia de Manuscrito de Ciências Nacionais do Azerbaijão foi encontrado o "mülkname" pertencente ao período de Solimão O Magnífico.

O documento que tem a assinatura de Solimão, o Magnífico (tuğra) e escrito a lápis no turco otomano com divani hat (uma fonte na caligrafia otomana), contém o tema de dar terreno a algumas pessoas na Anatólia e Rumeliota pelo sultão.

O documento chamado "Hibename" ou "Mülkname" foi escrito em Istambul em 1566, usando tinta preta, dourada e azul.

O documento cuja espessura mede 30 centímetros e comprimento de 180 centímetros foi assinado pelos visires do período, Pertev Bajá, Ferhat Bajá e os cadileskeres (cadilasker: ele era o grande juiz dos exércitos do Império Otomano).

O vice-presidente do Instituto de Manuscritos Prof. Dr. Kerimov Bajá disse em sua declaração que não está claro quando e como o documento chegou ao arquivo.

Kerimov enfatizou que nos arquivos da Turquia existem documentos semelhantes pertencentes ao período de Solimão O Magnífico, aos 10 sultões otomanos e que ficaram felizes em encontrar esse documento no arquivo do Azerbaijão.

O vice-presidente do Instituto de Manuscritos Prof. Dr. Kerimov Bajá disse em sua declaração que o "Mülkname" é importante devido ao aspecto das investigações da história jurídica otomana e que restaurarão o documento.



Notícias relacionadas