O livro "1 915, o ano mais longo do Império Otomano: I Guerra Mundial" foi apresentado em Ancara

A apresentação do livro teve lugar no Centro de Estudos Latino-Americanos (LAMER), da Universidade de Ancara.

O livro "1 915, o ano mais longo do Império Otomano: I Guerra Mundial" foi apresentado em Ancara

O livro "1 915, o ano mais longo do Império Otomano: I Guerra Mundial", escrito em espanhol, foi apresentado em Ancara - a capital da Turquia.

No evento de apresentação da obra, que teve lugar no Centro de Estudos Latino-Americanos (LAMER) da Universidade de Ancara, marcaram presença o embaixador de Espanha em Ancara, Juan González-Barba, o embaixador do México na Turquia, Bernardo Cordova Tello, o embaixador da Costa Rica em Ancara, Gustavo Campos Fallas, o Prof. dr. William Mariaca Garrón da Universidade Mayor de San Andrés na Bolívia, o Decano da Faculdade de Direito e Ciências Políticas da Universidade Mayor de San Andrés na Bolívia, Javier Tapia Gutiérrez, e ainda o presidente do LAMER, o Dr Mehmet Necati Kutlu, bem como outros representantes diplomáticos e convidados.

Garrón, o editor do livro, disse no seu discurso que tem um grande interesse pela cultura turca e otomana desde a sua infância.

Garrón destacou também o facto de pessoas de diferentes origens étnicas se terem reunido na Batalha de Galipoli, em 1 915, criando unidade nacional. O académico boliviano sublinhou também o facto do herói nacional da América Latina, Simón Bolívar, ter criado a unidade nacional e motivado diferentes grupos, tal como aconteceu na Turquia.

"O grande líder Mustafa Kemal Ataturk reuniu pessoas de diferentes origens. Esse êxito deu-lhe a motivação necessária para começar a guerra de indepência da Turquia" - afirmou Garrón.

Por seu turno, o presidente do LAMER, o Dr Mehmet Necati Kutlu, disse que o objetivo é apresentar o livro com a participação de todos os autores na Universidade de Buenos Aires - na capital da Argentina - mas que a comunidade arménia ali residente não o permite.

Kutlu destacou o facto de terem podido promover o livro com o apoio da comunidade muçulmana na Argentina: "Ali, deram-nos a oportunidade de celebrar um simpósio, no qual pudemos promover o livro" - indicou Kutlu.

"1 915, o ano mais longo do Império Otomano: I Guerra Mundial", é um livro que inclui as declarações feitas no simpósio com o mesmo nome, celebrado em Bogota - a capital da Colômbia - em coordenação com o LAMER e com a Universidade de Externado na Colômbia, celebrado entre os dias 10 e 12 de fevereiro de 2 015, por ocasião do centésimo aniversário da I Guerra Mundial.



Notícias relacionadas