Handelsblatt: "Os drones armados turcos SIHA provaram o seu valor na Síria, Líbia e Karabakh"

O jornal alemão elogiou o diretor técnico da empresa, Baykar Selçuk Bayraktar, afirmando que "o empresário turco de 41 anos ajudou o seu país a ter melhores cartas em possíveis guerras".

1659935
Handelsblatt: "Os drones armados turcos SIHA provaram o seu valor na Síria, Líbia e Karabakh"

O jornal alemão Handelsblatt deu destaque aos veículos aéreos não tripulados (IHA) e aos veículos não tripulados armados (SIHA) de produção turca.

O jornal alemão destacou que os drones armados SIHA provaram o seu valor na Síria, Líbia e Karabakh, e garantiu que "a Ucrânia e a Polónia já os compraram e há muitos mais países na fila de espera".

Handelsblatt indicou que os especialistas consideram os SIHA como sendo "o novo standard de revolução na guerra".

O jornal alemão elogiou o diretor técnico da empresa, Baykar Selçuk Bayraktar, afirmando que "o empresário turco de 41 anos ajudou o seu país a ter melhores cartas em possíveis guerras".

O especialista em questões do Médio Oriente, Charles Lister, citado pelo jornal alemão, descreveu o drone turco Bayraktar como “o novo standard de revolução na Guerra, semelhante à metralhadora AK-47 russa no século XX".

Outro especialista em geopolítica, Aaron Stein, lembrou que o uso de drones em missões de vigilância, reconhecimento e conflito não é novo, mas acrescentou que “A Turquia levou estas missões a um novo patamar e mostrou como os países podem alcançar influência estratégica e aumentar o interesse internacional na venda de armas”.



Notícias relacionadas