Brasil e Reino Unido assinaram acordo de cooperação para fortalecer a inovação digital

“Na prática, será dado destaque à digitalização, à transparência, à governança de dados, à inovação e à acessibilidade” - afirmou o secretário para o Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

1554816
Brasil e Reino Unido assinaram acordo de cooperação para fortalecer a inovação digital

(AA)

Os governos do Brasil e do Reino Unido assinaram um memorando de entendimento na terça-feira, 29 de dezembro, para promover a cooperação na área de transformação digital.

O Ministério da Economia do Brasil informou que o acordo bilateral significa que as Ilhas Britânicas vão participar, de forma sistemática, na criação de estratégias e soluções aplicadas para os serviços públicos brasileiros.

“Na prática, será dado destaque à digitalização, à transparência, à governança de dados, à inovação e à acessibilidade” - afirmou o secretário para o Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro.

O documento foi assinado por Monteiro e pela chefe de Negócios da Embaixada do Reino Unido, a ministra conselheira Liz Davidson. O memorando de entendimento é válido até março de 2023.

“O Reino Unido ocupa o primeiro lugar na classificação de governo digital das Nações Unidas e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), e adotou uma estratégia de centralização de canais bem-sucedida, que foi uma das inspirações para o construção do nosso gov.br ” - indicou Monteiro.

O portal único do Governo Federal do Brasil (gov.br) oferece acesso a aproximadamente quatro mil serviços, a maioria dos quais só pode ser solicitada por meio deste canal digital.

O Brasil já tem um acordo semelhante com a Dinamarca.

De acordo com o Ministério da Economia, as ações de cooperação incluem a capacitação nas áreas da inovação, digitalização, gestão pública e planeamento governamental, em particular na área das questões de governança de dados e acessibilidade; planeamento e implementação de soluções concretas de digitalização e na transferência mútua de conhecimento.



Notícias relacionadas