Instituto Geofísico Peruano alerta sobre possível terremoto de alta magnitude no sul do país

A costa central do país, a área de Nazca e a faixa de Moquegua e Tacna seriam as áreas de maior risco

Instituto Geofísico Peruano alerta sobre possível terremoto de alta magnitude no sul do país

O presidente executivo do Instituto Geofísico do Peru (IGP), Hernando Tavera, alertou que há uma grande probabilidade de que haverá um grande terremoto em Lima.

Segundo Tavera, o silêncio sísmico de mais de 270 anos registrado na capital peruana indica que há uma alta probabilidade de que um terremoto de magnitude superior a 8,5 ocorra em algum momento.

De acordo com um mapa da vulnerabilidade sísmica feita pelo IGP, as três áreas do país com maior risco são a costa central do Peru, entre as cidades de Huacho e Pisco, a área de Nazca e a faixa costeira localizada em Moquegua e Tacna.

"Este mapa é o resultado de cerca de quinze anos de pesquisa sismológica e nos diz que essas áreas são os lugares onde uma grande quantidade de energia vem se acumulando que, em algum momento, dará origem a um terremoto de magnitude significativa", disse Tavera em declarações dadas à agência de notícias Andina.

Destacando essa ferramenta, o diretor do IGP acrescentou que não se pode falar sobre o gerenciamento do risco de desastres se o perigo que enfrentamos é desconhecido.

Hernando Tavera lembrou que o último grande terremoto em Lima ocorreu em 1746, então ele pediu à sociedade peruana que se preparasse "seriamente" no caso de uma eventual emergência.



Notícias relacionadas