Um médico na Bolívia é registrado como a terceira vítima do arenavírus

A ministra da Saúde, Gabriela Montaño, confirmou que este profissional de saúde foi vítima da doença transmitida por roedores silvestres.

Um médico na Bolívia é registrado como a terceira vítima do arenavírus

Um médico boliviano foi a terceira vítima mortal do arenavírus do novo mundo, o genótipo do vírus Chapare, segundo a ministra da Saúde da Bolívia, Gabriela Montaño.

A alta funcionária confirmou que a morte foi o produto do vírus transmitido por roedores silvestres depois de receber os resultados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças.

Até agora, o vírus tirou a vida de três pessoas, incluindo um agricultor e dois médicos.

A Bolívia continua investigando o vírus em laboratórios para determinar medidas de prevenção.

A doença vem de roedores que habitam o nordeste da Bolívia e se manifesta como se fosse um resfriado, mas depois se origina em febre com hemorragias.



Notícias relacionadas