Rio de Janeiro rende tributo às vítimas da COVID-19

O número de mortes pela pandemia chegou a meio milhão no Brasil.

1662315
Rio de Janeiro rende tributo às vítimas da COVID-19

Os cariocas colocaram rosas vermelhas ao longo da icônica Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para homenagear o meio milhão de mortes causadas pela pandemia no Brasil.

O evento foi organizado pela ONG Rio de Paz, enquanto o Brasil atingia a marca sombria de meio milhão de mortes por COVID-19 no sábado, anunciou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Queiroga disse no Twitter que “ trabalha incansavelmente para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível ”. Ele também expressou sua solidariedade com as famílias.

Por outro lado, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, criticou a imprensa, criticando o fato de ela apenas destacar o número de mortes .

“Você nunca os verá comemorar os 86 milhões de doses [de vacinas] administradas ou os 18 milhões [de brasileiros] curados”, escreveu o ministro. Segundo ele, essas pessoas "procuram o vírus".

Enquanto o Senado investiga a gestão do Governo face à pandemia COVID-19, milhares de pessoas participam neste fim de semana em massivas manifestações contra o Presidente Jair Bolsonaro apelando ao seu impeachment e à campanha de vacinação e entrega de ajuda financeira de emergência.

De acordo com registros oficiais, a taxa de vacinação no país latino-americano, onde mais 1.401 pessoas morreram de coronavírus nas últimas 24 horas, é muito lenta se comparada à disseminação do vírus, enquanto o país sedia a partida de futebol da Copa América apesar do crise política.

O país administrou 86.47 milhões de vacinas até o momento.



Notícias relacionadas