Bolsonaro voltou a testar positivo para COVID-19

A notícia foi divulgada uma semana depois que o presidente do Brasil deu positivo pela primeira vez.

1456352
Bolsonaro voltou a testar positivo para COVID-19

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro deu positivo para o coronavírus uma semana depois que ele foi diagnosticado pela primeira vez com o vírus.

A notícia foi divulgada no meio de uma entrevista à CNN Brasil, na qual ele explicou que foi testado novamente na terça-feira e na mesma noite o resultado foi positivo para o COVID-19.

"Espero fazer outro teste nos próximos dias e, se Deus quiser, tudo ficará bem em retornar aos negócios em breve", disse o presidente brasileiro.

O presidente afirmou estar em boas condições e que não apresentou febre ou dificuldades respiratórias, acrescentando que continua o tratamento com hidroxicloroquina, cuja eficácia para o tratamento não foi comprovada.

Bolsonaro, 65 anos, está isolado na residência presidencial, o Palácio da Alvorada, desde que seu diagnóstico foi confirmado.

O Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia de coronavírus, com 1.970.909 casos confirmados e 75.523 mortes.

A doença de coronavírus 2019 (COVID-19) é uma condição respiratória que pode se espalhar de pessoa para pessoa. Foi identificado pela primeira vez em um surto em Wuhan, na China, em dezembro passado, e se espalhou para quase 213 países e territórios.

A Organização Mundial da Saúde declarou o surto como uma pandemia global em 11 de março.

Dos mais de 13,6 milhões de casos confirmados, mais de oito milhões se recuperaram, enquanto as mortes ultrapassam 586 mil, segundo dados compilados pela Worldometer, considerado um dos melhores sites de referência para acompanhar o estatísticas de pandemia.

As nações onde o coronavírus deixou mais vítimas são: os Estados Unidos, com mais de 140.000; Brasil, com mais de 75 mil; Reino Unido, com mais de 45 mil; México, com mais de 36 mil; Itália, com mais de 34 mil mortos; e França, com mais de 30 mil.

Apesar do número crescente de casos, a maioria das pessoas infectadas apresenta apenas sintomas leves e se recupera.

 

AA



Notícias relacionadas