Encontrados possíveis destroços do avião acidentado no Chile

Um navio encontrou fragmentos, 30 quilómetros a sul da posição do último contato. A aeronave transportava 38 passageiros a bordo quando desapareceu.

Encontrados possíveis destroços do avião acidentado no Chile

A Força Aérea do Chile (FACh) informou que foram encontrados possíveis restos do avião Hercules, que que desapareceu na segunda-feira passada, quando se dirigia para a Antártida.

"Foram encontrados detroços de esponja a flutuar no mar, 30 quilómetros a sul da posição do último contato do C-130", disseram as FACh através de um comunicado à imprensa.

A instituição acrescentou que a descoberta foi feita pelo navio chileno Antarctic Endeavor "e indicaria que eles poderiam fazer parte dos restos das esponjas dos tanques de combustível internos do C-130, nos tanques de asa", que estão a ser recuperados para serem transferidos para o continente, onde serão feitos os relatórios correspondentes e para determinar "de forma confiável" se estes materiais pertencem ao avião C-130 Hércules que desapareceu.

A operação envolve 13 aviões, quatro deles do Uruguai, Brasil, Argentina e Reino Unido.

Nesta quarta-feira, uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), dois helicópteros MH-60M Black Hawk e um avião marítimo multi-missão P-8A Poseidon, enviado pelo Comando Sul do Departamento de Defesa dos EUA, participaram nos trabalhos de busca.

Foi também ampliada a área de busca do C-130, que passou a consistir numa área de 700 km por 250 km.

Numa conferência de imprensa, o comandante da Brigada Aérea IV, Eduardo Mosqueira, disse que dentro de um ou dois dias será conhecido o resultado dos relatórios dos especialistas.



Notícias relacionadas