Peronismo predomina no primário na Argentina: Alberto Fernández recebe mais de 47%

No caso de os presidentes do mês de outubro apresentarem um quadro semelhante, Fernández poderá se tornar presidente no primeiro turno.

Peronismo predomina no primário na Argentina: Alberto Fernández recebe mais de 47%

De acordo com os primeiros resultados da primária argentina, a Frente Peronista de Todos liderada por Alberto Fernández obteve mais de 47% dos votos em 81% das pesquisas.

Juntos pela Mudança para a liderança do Presidente Mauricio Macri obteve 32%.

No caso dos presidentes do mês de outubro apresentarem um quadro semelhante, Fernández poderá se tornar presidente no primeiro turno.

Enquanto isso, o Presidente Macri cumprimentou o povo argentino e disse: "Eu fiz o meu melhor". “Eu farei minha parte, como sempre; Os vencedores de hoje também terão sua responsabilidade. Estas eleições definem os próximos 30 anos”.

A vitória de Giammattei na Guatemala

Alejandro Giammattei será o 51º presidente da Guatemala, segundo os resultados do segundo turno das eleições presidenciais. De acordo com o anúncio feito pelo TSE, o líder do Partido Vamos ganhou 58,8% dos votos.

Sandra Torres, líder da União Nacional da Esperança, recebeu 41% dos votos.

Gimmattei, 63, que assumirá a presidência da república pela primeira vez depois de concorrer a três partidos diferentes, vai jurar em 14 de janeiro de 2020.

“Eu não serei o primeiro presidente, mas o primeiro servo da nação. Não seremos os governantes perfeitos, mas seremos os governantes corretos para transformar o país”, disse ele a seus partidários.



Notícias relacionadas