O país da América do Sul sofre corte de energia nacional por cerca de 20 horas

O país da América do Sul sofre corte de energia nacional por cerca de 20 horas

O país da América do Sul sofre corte de energia nacional por cerca de 20 horas

AA-O médico e deputado da Assembleia Nacional da Venezuela, José Manuel Olivares, disse que pelo menos nove centros médicos estão sem energia elétrica para cuidar de pacientes.

Olivares explicou que o hospital La Victoria, a maternidade El Valle, o Hospital General del Sur, em Maracaibo, e o hospital Miguel Oraa, em Portuguesa, não têm fornecimento de eletricidade.

O parlamentar acrescentou que a Maternidad del Sur, em Carabobo, o hospital Los Magallanes de Catia, o Hospital Universitário de Caracas e o Hospital Dr. Enrique Tejera, da cidade de Carabobo, só fornecem eletricidade para emergências e unidades de tratamento intensivo.

Nesta sexta-feira, o governo de Nicolás Maduro ordenou a suspensão do dia letivo em todo o país devido ao blecaute que afetou 22 dos 23 estados do país sul-americano.

A medida só vigorará nesta sexta-feira, 8 de março.

O ministro das Comunicações, Jorge Rodríguez, afirmou que o apagão é devido a um ataque ao sistema de geração e distribuição de eletricidade na usina hidrelétrica 'Simón Bolívar', na represa de Guri, no leste do país.

De sua parte, o presidente Maduro afirmou que "a guerra elétrica anunciada e dirigida pelo imperialismo dos EUA contra nosso povo será derrotada".



Notícias relacionadas