México: número de vítimas mortais devido à explosão de um oleoduto sobe para 85

58 feridos continuam a ser tratados em hospitais.

México: número de vítimas mortais devido à explosão de um oleoduto sobe para 85

Subiu para 85 o número de vítimas mortais devido à explosão ocorrida no sábado, quando um incêndio deflagrou por causa de uma rutura num oleoduto nas proximidades da aldeia de Tlahuelilpan, a 100 kms da Cidade do México.

Segundo o ministro mexicano da Saúde, Jorge Alcocer, para além das 85 vítimas mortais há também 58 feridos ainda internados com queimaduras muito graves. Todos eles estavam a tentar recolher o combustível que vertia do oleoduto.

Dois adolescentes de 15 anos e uma criança de dois anos estão entre os 85 mortos confirmados.

De acordo com a agência Associated Press, o oleoduto terá explodido horas depois de um grupo ter invadido o local, numa pequena vila do estado mexicano de Hidalgo, a 100 quilómetros da capital, e perfurado ilegalmente uma torneira.

O Presidente mexicano, Andres Manuel Lopez Obrador, declarou uma ofensiva contra o roubo de combustível e convocou todos os setores do governo para prestarem assistência às vítimas.

O presidente do município, Juan Pedro Cruz, disse aos jornalistas locais que os militares do Exército tentaram isolar a área, mas não conseguiram controlar as cerca de 200 pessoas que invadiram o local para conseguir obter combustível. O autarca disse que quando o oleoduto explodiu, o combustível criou uma espécie de barreira de fogo onde estava concentrada grande parte das pessoas.

"Lamento muito a grave situação em Tlahuelilpan devido à explosão de um oleoduto. Estou em Aguascalientes e, desde que o diretor da Pemex e o Secretário de Defesa me informaram, dei instruções para controlar o incêndio e prestar apoio às vítimas", escreveu o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, em mensagem no Twitter.

Este acidente acontece num momento em que vários estados mexicanos sofrem com graves problemas de escassez de combustível, devido a uma onda persistente de roubo de gasolina, que se estima possa ascencer aos 3 mil milhões de dólares de prejuízo para o estado mexicano.



Notícias relacionadas