Guatemala segue a decisão de Trump

O presidente Morales anunciou que o seu país vai transferir a embaixada em Israel para Jerusalém.

875418
Guatemala segue a decisão de Trump

O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, anunciou a decisão de transferir a embaixada do seu país em Israel, de Telavive para Jerusalém. Esta decisão foi tomada depois da Guatemala se ter aliado aos Estados Unidos e a outros países no reconhecimento de Jerusalém como a capital israelita.

“Caro povo da Guatemala, hoje (ontem) falei como primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Falámos sobre as excelentes relações que temos tido enquanto países, desde que a Guatemala apoiou a criação do Estado de Israel” – disse o presidente guatemalteco numa mensagem de Facebook.

O chefe de estado da Guatemala acrescentou ainda que durante a conversa com o primeiro ministro israelita, um dos temas mais importantes foi o “regresso da embaixada da Guatemala a Jerusalém”.

“Informo que dei instruções à ministra dos Negócios Estrangeiros para que dê início ao processo de transferência da embaixada” – escreveu Morales.

Dois dias antes, o presidente guatemalteco já tinha dito que o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel é “o caminho certo”, e que “Israel é um aliado da Guatemala que precisa de ser apoiado. Temos a total certeza de que este é o caminho certo, apesar de apenas nove países terem votado a favor desta medida nas Nações Unidas”.

A Guatemala, as Honduras, as Ilhas Marshall, a Micronésia, Nauru, Palau e o Togo, alinharam-secom os Estados Unidos e Israel para reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.



Notícias relacionadas