Investigação da Petrobras por suspeita de irregularidades

A Polícia Federal iniciou uma nova fase da investigação na companhia petrolífera Petrobras por suspeita de irregularidades e tem como alvo também um dos ex-tesoureiros do Partido dos Trabalhadores (PT).

Investigação da Petrobras por suspeita de irregularidades

A operação da Polícia Federal (PF), que recebeu o nome de "Abismo" ocorre nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Os agentes têm 5 mandados de prisão, 23 de registro e 7 de condução coercitiva, em que os envolvidos são obrigados a deporem à polícia.

Os réus são suspeitos dos crimes de conspiração, fraude em licitações, formação de cartel, corrupção ativa ou passiva e lavagem de dinheiro em contratos da Petrobras. Suspeita-se que foram desviados 39 milhões de reais (cerca de 12 milhões de dólares).



Notícias relacionadas