Peru: Candidata presidencial Fujimori se manifesta contra o aborto e união civil de homossexuais

Fujimori, que disputará o segundo turno das eleições peruanas no próximo dia 05 de junho, falou durante uma reunião em Lima com membros de igrejas evangélicas.

Peru: Candidata presidencial Fujimori se manifesta contra o aborto e união civil de homossexuais

A candidata presidencial peruana Keiko Fujimori falou hoje contra o aborto e a união civil de homossexuais, informou a mídia local.

Durante uma reunião em Lima com membros de igrejas evangélicas, Fujimori, que disputará o segundo turno das eleições peruanas no próximo dia 05 de junho com o ex-ministro Pedro Pablo Kuczynski, disse que também é contra a adoção de crianças por casais homossexuais.

A candidata se reuniu com centenas de representantes de igrejas evangélicas, a quem disse que é "pró-família" formada por homens e mulheres e não entre pessoas do mesmo sexo.

"Falei pela primeira vez o papel da família como um pilar fundamental da sociedade. É claro que eu não sou a favor de uniões civis e adoção de crianças por casais homossexuais e sou contra o aborto", disse ela a repórteres depois do encontro, informou a emissora de rádio de notícias RPP.

Fujimori disse que durante a reunião de hoje assinou um documento nesse sentido porque "concorda plenamente" com o que ela pensa.

Segundo o jornal Peru 21, nesse documento que concorda em "defender a família, rejeita a união civil, casamento homossexual e adoção de crianças por pessoas do mesmo sexo."

Fujimori também falou contra o aborto em casos de estupro e recomendou que as mulheres "que permaneçam com seus bebês porque o bebê não tem culpa pelo que aconteceu".

"Eu diria que eles têm, levantado uma série de propostas sobre prevenção e ajuda para essas mulheres", disse a candidata, que disse que é apenas em favor desta prática, se a vida da mãe está em risco.

Fujimori mantém um empate técnico com Kuczynski, de acordo com uma votação simulada divulgada hoje pela uma empresa privada GfK, que deu 49,9% e 50,1% dos votos para cada candidato, respectivamente.



Notícias relacionadas