México: milhares de professores pressionam o governo

Dezenas de milhares de professores expressaram na Cidade do México o seu repúdio pela reforma educativa.

México: milhares de professores pressionam o governo

Milhares de professores oriundos de várias partes do país, saíram às ruas para protestar contra o governo que insiste em seguir em frente com a reforma educativa, depois das eleições de domingo.

Duas manifestações com um mar de professores, confluíram no Passeio da Reforma para repudiar a reforma educativa que o presidente Enrique Peña Nieto implementou em 2013.

Entre outros pontos, a reforma educativa contempla um sistema obrigatório de avaliação de professores. Este é um tema quente para os professores da Coordenadora Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE), que estão em greve desde 1 de Junho.

O exame dos professores foi suspenso pelo governo em finais de Maio devido a factores técnicos, mas acabou por ser retomado esta segunda-feira, no dia seguinte às eleições.

Esta manobra do governo e as razões por detrás da mesma, são vistas pelo sindicato de professores como uma provocação e um insulto.

Apesar dos protestos e da greve dos professores, o presidente Peña Nieto já fez saber que o processo de avaliação dos docentes é para avançar, e não será nem adiado nem cancelado.


Etiquetas:

Notícias relacionadas