Empresas de Dubai enviaram mercenários para a Líbia

Um relatório de um painel de especialistas da ONU disse que os mercenários estrangeiros eram afiliados ao Lancaster 6 DMCC e à Opus Capital Asset Limited FZE, ambos registrados em zonas francas dos Emirados Árabes Unidos, informou a Bloomberg.

1418853
Empresas de Dubai enviaram mercenários para a Líbia

Duas empresas de Dubai enviaram mercenários ocidentais para apoiar o senhor da guerra Khalifa Haftar em sua ofensiva para capturar a capital da Líbia, Trípoli, de acordo com um relatório confidencial da ONU.

Um relatório de um painel de especialistas da ONU disse que os mercenários estrangeiros eram afiliados ao Lancaster 6 DMCC e à Opus Capital Asset Limited FZE, ambos registrados em zonas francas dos Emirados Árabes Unidos, informou a agência de notícias americana Bloomberg.

Eles viajaram para a Líbia em junho de 2019 para uma "operação militar privada bem financiada" para apoiar a ofensiva de Haftar contra o governo líbio.

O relatório foi compartilhado com o comitê de sanções do Conselho de Segurança da ONU (CSNU) em fevereiro, segundo dois diplomatas que conversaram com a Bloomberg.

Eles disseram à Bloomberg que as duas empresas forneceram "as forças de Haftar com helicópteros, drones e recursos cibernéticos por meio de uma complexa rede de empresas de fachada".

Os diplomatas disseram que os mercenários "prometeram uma operação sofisticada que poderia interditar remessas de armas da Turquia ao governo de Trípoli usando embarcações e helicópteros".



Notícias relacionadas