Milícias de Haftar continuam a violar a trégua na Líbia

As milícias de Haftar violaram o cessar fogo ao levarem a cabo um forte ataque desde o amanhecer na frente de Halatat, a sul da capital Trípoli.

Milícias de Haftar continuam a violar a trégua na Líbia

As milícias de Khalifa Haftar, o líder das forças armadas ilegítimas do leste da Líbia, continuam a violar o cessar fogo acordado na Cimeira de Berlim, realizando ataques em diferentes frentes no sul da capital Trípoli, apesar dos apelos internacionais para o fim dos combates.

Apesar do fato de durante a conferência as partidos líbias se terem comprometido a "permanecer leais ao cessar fogo no terreno", foram ouvidas explosões em Trípoli durante todo o dia de quinta feira.

As milícias de Haftar violaram o cessar fogo ao levarem a cabo um forte ataque desde o amanhecer na frente de Halatat, a sul da capital. Mas as forças do governo de Acordo Nacional da Líbia (GAN), que têm legitimidade internacional, assumiram o controlo da situação.

As milícias de Haftar tentaram avançar em direção à zona da ponte do aeroporto - na região de Ramla, no sul de Trípoli - mas as forças do GAN não permitiram o seu avanço. Estas milícias acabaram por dispersar após a contra-ofensiva das forças do GAN.

Tiveram também lugar confrontos para neutralizar o lançamento de morteiros e canhões por parte das milícias de Haftar.

Quando as partes da Líbia e a comunidade internacional se reuniram no dia 19 de janeiro, domingo, na capital alemã de Berlim, as milícias de Haftar violaram o cessar fogo com morteiros na área de Halatat. Os navios petroleiros foram também alvos do ataque das milícias de Haftar, que causaram um incêndio a bordo de um navio atingido.



Notícias relacionadas