As forças de Haftar violaram o cessar-fogo

A Turquia e Rússia desempenharam um papel de destaque na obtenção do cessar-fogo na Líbia.

As forças de Haftar violaram o cessar-fogo

As forças de Haftar, que aceitaram os apelos da Turquia e da Rússia para a implementação de um cessar fogo na Líbia, violaram a trégua menos de 24 horas depois da assinatura do acordo.

O porta-voz do Governo de Acordo Nacional da Líbia, Muhammed Kununu, na avaliação divulgada no centro de imprensa da Operação de Burkan al-Gadab – levada a cabo pelas forças do governo - declarou que as forças de Haftar violaram numerosas vezes o cessar fogo nas zonas de Salahaddin e Vadi ar-Rubi, a sul de Trípoli.

Kununu disse que as forças antiaéreas de Hafter perpetraram um ataque contra as forças do governo em Ayn Zara, a sul de Trípoli, e que uma pessoa perdeu a vida nesse ataque: “Repetimos com frequência. Embora as nossas forças tenham aceitado o cessar fogo e sermos vítimas de um ataque não foi iniciado por nós, não poderemos confiar de forma algumas naqueles que não cumprem as suas promessas, e cuja profissão é a traição”.

Kununu salientou ainda que as forças do Governo de Acordo Nacional permanecem fiéis às ordens do Comando de Operações sobre a trégua: “Temos as nossas mãos à espera com o dedo no gatilho. Responderemos com a máxima força máxima contra os ataques ”.

A partir das 01:00 horas da Turquia da noite passada, entrou em vigor o cessar fogo aprovado pelo governo de Acordo Nacional da Líbia e as forças do Califa Hafter, o líder golpista no leste do país.



Notícias relacionadas