Aulas suspensas na capital Trípoli devido aos ataques das tropas de Haftar

Haftar deu, no dia 12 de dezembro, a ordem de ataque com o nome "Guerra Determinante", para a conquista definitiva de Trípoli.

Aulas suspensas na capital Trípoli devido aos ataques das tropas de Haftar

Na Líbia, os ataques das forças ligadas ao general Haftar contra algumas escolas em Trípoli, obrigou a suspender as aulas na cidade. Abdulvahid al-Beluk, o presidente do município de Ayn Zara, em Trípoli, deu a ordem de suspensão das atividades educativas nas escolas sob a responsabilidade dos municípios.

Na ordem escrita que enviou às unidades relacionadas, Beluk disse que o conflito põe em risco a segurança dos estudantes e professores, e pediu que a educação fosse suspensa por tempo indeterminado em todas as escolas dentro das fronteiras do seu município.

Pela mesma razão, já a 19 de dezembro de 2 019 tiveram que ser suspensas as aulas nas escolas na zona de Abu Selim, no sul da capital Trípoli.

O general golpista Khalifa Haftar, o líder das forças armadas no leste da Líbia, deu a ordem de tomada da capital Trípoli pela força a 4 de abril. Perante esta situação, as tropas do Governo de Acordo Nacional da Líbia, que têm legitimidade internacional para governar o país, deram início a uma contra operação.

Haftar deu, no dia 12 de dezembro, a ordem de ataque com o nome "Guerra Determinante", para a conquista definitiva de Trípoli. Perante esta situação, no oeste do país e em particular em 10 cidades de Misurata, foi declarada a mobilização geral.



Notícias relacionadas