Benin declara o embaixador da UE como "persona non grata"

O embaixador da UE em Cotonou, Oliver Nette, tem até 1º de dezembro para deixar o Benin

Benin declara o embaixador da UE como "persona non grata"

O governo do país africano Benin declarou o embaixador da União Europeia (UE) em Cotonu, Oliver Nette, uma pessoa que não agradou sua interferência nos assuntos internos.

O governo deu a Nette, acusado de estar envolvido demais em assuntos internos e outros assuntos fora de seu escritório, até 1º de dezembro para deixar o país.

Nette adotou uma atitude insistente ao se envolver nos assuntos internos do país, apesar do Ministério das Relações Exteriores o avisar muitas vezes e confiar na autoridade de Bruxelas.

Foi declarado que o governo do Benin não cancelou sua decisão, apesar do pedido das autoridades da UE.



Notícias relacionadas