Ataque armado no Mali acaba com a vida de mais de cem pessoas

Mais de 100 pessoas morreram no ataque étnico ao povoado de Dogon, no centro de Mali

Ataque armado no Mali acaba com a vida de mais de cem pessoas

Mais de cem pessoas foram mortas no ataque ao povoado de Dogon, no país africano do Mali.

De acordo com as notícias da France 24, baseadas em fontes do Ministério da Defesa do Mali, mais de 100 pessoas morreram no ataque armado contra o povoado de Dogon, no centro de Mali, onde vivem membros de um grupo étnico.

As áreas nórdicas e centrais do país sofrem ataques terroristas e confrontos separatistas desde 2012.

160 pessoas morreram no ataque perpetrado em 23 de março por pessoas armadas com ternos do grupo caçador Dozos contra os Fulanis na vila de Ogossagou. 

Outras 65 pessoas ficaram feridas e muitas casas foram incendiadas.

Os 4.000 soldados encarregados no Mali no âmbito da "Operação Barkhane" da França e a força dos capacetes azuis com 15.000 estabelecidos sob a liderança da ONU, MINUSMA, não conseguiram eliminar até agora a ameaça à segurança no país.



Notícias relacionadas