União Africana suspende participação de Cartum

Tropas sudanesas usaram armas e força para dispersar uma manifestação de longa data em Cartum na segunda-feira. Grupos de protesto exigem que os militares do governo entreguem o poder a civis após a saída do líder Omar al Bashir.

União Africana suspende participação de Cartum

O Conselho de Paz e Segurança da União Africana votou pela suspensão do Sudão de todas as atividades da UA até que um governo civil tenha sido formado.

O órgão postou no Twitter que a suspensão permanecerá até "o efetivo estabelecimento" de uma autoridade de transição liderada por civis, "como a única maneira de permitir que o Sudão saia da crise atual".

O conselho fez o anúncio depois de uma reunião em Addis Ababa dos estados membros do corpo pan-continental.

A Anistia pediu uma ação internacional contra os novos governantes militares do Sudão e condenou as Forças de Suporte Rápidas (RSF) do governo pelo que chamou de "violência homicida" contra os manifestantes nesta semana.

Em seu comunicado, a AI destacou a força paramilitar como principal participante da violência.


Etiquetas: Sudão , protestos , mortos

Notícias relacionadas