• Galeria de Vídeos

ACNUR diz que se cobriu 35% dos 2.000 milhões de dólares necessários para os sírios

O porta-voz do ACNUR, Babor Baloch, destacou que a falta de fundos afetou diretamente 6,2 milhões de deslocados na Síria.

ACNUR diz que se cobriu 35% dos 2.000 milhões de dólares necessários para os sírios

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (UNHCR) disse que se cobriu apenas 35 por cento do fundo de quase 2.000 milhões necessários para a ajuda humanitária a milhões de sírios em seu país, onde a guerra civil continua desde 2011 e que estão em um estado de refugiados.

O porta-voz do ACNUR, Babor Baloch salientou que a falta de fundos afetou diretamente 6,2 milhões de pessoas deslocadas na Síria e 5,6 milhões de sírios que se refugiaram em países vizinhos.

Baloch disse que o ACNUR executa trabalhos com outros parceiros das Nações Unidas para compensar as necessidades de inverno de 1,3 milhão de sírios na região e 1,35 milhões de sírios deslocados no país ou devolvidos.

"Sem fornecer mais financiamento, os fundos em dinheiro serão cortados em novembro. Esta situação poderia causar um impacto devastador sobre as famílias de refugiados na Jordânia e no Líbano, onde a maioria vive abaixo da linha da pobreza ", disse.

Em conferência de imprensa realizada no Escritório das Nações Unidas em Genebra, o porta-voz acrescentou que de acordo com o novo relatório do ACNUR, a partir de 2018, 68,5 milhões de pessoas foram deslocadas a força de forma geral no mundo.



Notícias relacionadas