Habitantes de Idlib apelam à Turquia para que crie uma “zona tampão”

Ammar Sideif falou à agência turca de notícias Anatólia, e disse que os exilados em Idlib poderão emigrar para a Turquia se o regime começar a bombardear a região.

Habitantes de Idlib apelam à Turquia para que crie uma “zona tampão”

Os civis da cidade síria de Idlib apelaram à Turquia para que crie uma zona tampão, com o objetivo de garantir a segurança e evitar os fluxos migratórios.

A população de Idlib espera com preocupação uma possível operação do regime de Assad e dos seus apoiantes. O povo local acredita que a Turquia pode garantir a paz e a confiança na cidade.

Ammar Sideif falou à agência turca de notícias Anatólia, e disse que os exilados em Idlib poderão emigrar para a Turquia se o regime começar a bombardear a região.

“Todos presenciaram os ataques aéreos dos russos em Yisir al Sughur. Queremos que o controlo da região passe para a Turquia, para que possa ter uma palavra a dizer na região em termos militares.

Há apenas 12 pontos de observação em Idlib e nos seus arredores. A Turquia deve multiplicar este número. Como não há turcos na zona rural a norte de Hama, o regime mantém essa zona sempre debaixo de bombardeamento. Onde houver turcos, não haverá ataques aéreos ou terrestres”.

Khaldi Meri disse que se exilou em Idlib para fugir aos ataques de Assad em Damasco, e assinalou que uma operação do regime em Idlib poderia causar uma catástrofe humanitária:

“Precisamos que a Turquia tome as medidas necessárias para evitar uma crise humanitária, decorrente de uma eventual operação em Idlib”.

Redvan Humsi afirmou que uma operação do regime ou da Rússia, poderia dar início a um fluxo de emigrantes em direção aos países europeus:

“Confiamos na Turquia, é a nossa esperança. A Turquia teve uma postura honrada desde o início da revolução”.


Etiquetas: zona tampão , Turquia , Idlib , Síria

Notícias relacionadas