Será possível detectar a doença de Alzheimer precoce em pessoas com Síndrome de Down

Um simples exame de sangue permitirá um diagnóstico precoce da doença de Alzheimer em pessoas com síndrome de Down

Será possível detectar a doença de Alzheimer precoce em pessoas com Síndrome de Down

Pesquisadores do Hospital de Sant Pau, em Barcelona, mostraram que um novo biomarcador, que é detectado com um simples exame de sangue e permite um diagnóstico precoce da doença de Alzheimer em pessoas com síndrome de Down.

A pesquisa, publicada pela revista "The Lancet Neurology" e financiada em parte pela Obra Social "la Caixa", foi liderada pelo diretor do Serviço de Neurologia do Hospital de Sant Pau, Rafael Blesa.

O neurologista explicou à Efe que, até agora, os biomarcadores mais estudados da doença de Alzheimer são a proteína amilóide (A-Beta) e a proteína Tau, mas o trabalho de sua equipe confirmou com testes em 376 pessoas com síndrome de Down que a cadeia leve de neurofilamentos (NfL), uma proteína muito pequena que se origina no axônio dos neurônios, é um biomarcador da neurodegeneração que é alterada quando esta doença começa.

As proteínas amilóide e Tau, indicadores da doença de Alzheimer, só podem ser medidas no líquido cefalorraquidiano e são muito grandes para entrar no plasma, por isso é necessário fazer uma punção lombar.



Notícias relacionadas