"60% dos conflitos no mundo ocorrem em países muçulmanos"

O porta-voz da Presidência, Ibrahim Kalın, indicou que os conflitos estão consumindo a energia social e os recursos naturais dos países muçulmanos

"60% dos conflitos no mundo ocorrem em países muçulmanos"

O porta-voz presidencial, Ibrahim Kalin, em seu discurso oferecido um plano organizado em Ancara pelo Centro de Investigação e Capacitação Estatística, Econômica e Social para Países Islâmicos (SESRIC) disse que o mundo está passando por um período em que ocorrem caos e incerteza em grande escala, e que existe uma insegurança emergentes e incerteza sobre o futuro, não só entre os países muçulmanos, mas também em países europeus e latino-americanos ocidentais.

Kalin pontuou que o extremismo de direita, causando grande preocupação nos últimos anos começou a controlar a principal política em muitos países europeus.

O porta-voz presidencial advertiu que a atual ordem global não pode produzir justiça e falha na distribuição justa da riqueza, e que os países muçulmanos se tornam em um jogo de conflito.

Kalin indicou que os conflitos estão consumindo a energia social e os recursos naturais dos países muçulmanos."

60% dos conflitos no mundo ocorrem em países muçulmanos. Esta é uma lição muito difícil para todos nós. Precisa-se de unidade e liderança política para os muçulmanos superarem os problemas que enfrentam ", acrescentou.



Notícias relacionadas