Kurtulmus julga "preocupante" ligação dos EUA com PYD-YPG

O Representante Especial dos EUA para a Síria, James Jeffrey, disse que o PYD, ao contrário do PKK, não era uma organização terrorista enquanto reconhecia as ligações entre as duas estruturas.

Kurtulmus julga "preocupante" ligação dos EUA com PYD-YPG

O vice-presidente do Partido para a Justiça e o Desenvolvimento, Numan Kurtulmus, descreveu como "preocupante" as novas fases da ligação americana com a organização terrorista YPG-PYD na Síria.

Durante uma reunião com representantes de associações realizada sexta-feira em um restaurante em Mugla, um município localizado no oeste da Turquia, Kurtulmus comentou sobre as declarações do Representante Especial dos EUA para a Síria, James Jeffrey sobre YPG-PYD.

Jeffrey havia declarado que o PYD, ao contrário do PKK, não era uma organização terrorista enquanto reconhecia as ligações entre as duas estruturas.

Em relação ao assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, o chefe do Partido AK disse que era impossível cometer tal crime sem a aprovação de "um oficial muito importante".

"É responsabilidade da Arábia Saudita e da comunidade internacional atualizar os nomes dos mandantes por esse assassinato e não apenas dos executores", insistiu.

Ele destacou as boas relações mantidas com a Rússia apesar de um período complicado e desejou uma vontade política mais forte, em nome da administração americana, contra o FETO, autor da tentativa de golpe de estado fracassada de 15 de julho de 2016.AA


Etiquetas: Numan Kurtulmus , EUA , PKK

Notícias relacionadas