"A Turquia tem o direito de comprar armas de países que não são da OTAN"

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Mevlüt Çavuşoğlu, sublinhou que o país não usará sistemas russos S-400 na Síria ou em outros países

"A Turquia tem o direito de comprar armas de países que não são da OTAN"

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu, disse que a Turquia tem o direito de comprar armas S-400 de países que não pertencem à OTAN.

Çavuşoğlu, dirigindo-se a estudantes da Universidade de Relações Internacionais (MGIMO) na capital russa de Moscou, falou sobre a compra de sistemas de defesa antimíssil russo S-400 pela Turquia.

"A Turquia é membro da OTAN, mas somos um país independente. Outros países da aliança podem comprar armas de países que não são da OTAN. Nós também temos esse direito e liberdade", disse ele.

Ele disse que o país não usará os sistemas S-400 na Síria ou em outros países, acrescentando que vão comprar o S-400 apenas para a segurança nacional da Turquia.

"Não podemos usar esses sistemas na Operação Ramo de Oliveira  (executada pelas Forças Armadas turcas na área síria de Afrin) ou em operações similares. Porque podemos usá-los apenas para proteger nosso território ", ressaltou.

O ministro das Relações Exteriores turco também anunciou que a primeira pedra da usina nuclear de Akkuyu, a ser construída em Mersin, será colocada no próximo mês com a ajuda do presidente Recep Tayyip Erdogan e seu colega russo Vladimir Putin.

Çavuşoğlu acrescentou que após a cerimônia, Erdogan e Putin viajarão para Ancara para realizar uma reunião.



Notícias relacionadas