Çavuşoğlu avalia a tensão com a Alemanha sobre a venda de armas

O ministro das Relações Exteriores, Mevlüt Çavuşoğlu, enfatizou que a oposição alemã à venda de armas à Turquia ajuda essencialmente a fortalecer a indústria nacional turca

Çavuşoğlu avalia a tensão com a Alemanha sobre a venda de armas

O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlüt Çavuşoğlu, disse que a declaração da Alemanha sobre a venda de armas à Turquia assegurou o fortalecimento da indústria doméstica da Turquia.

"A Turquia nunca está desesperada", disse.

Çavuşoğlu e seu homólogo paquistanês, Khawaja Muhammad Asif, realizaram uma conferência de imprensa conjunta após a reunião na residência oficial na capital turca de Ancara.

Çavuşoğlu, quando perguntado sobre as palavras de seu colega alemão, Sigmar Gabriel, de que a venda de armas para a Turquia deveria ser interrompida, disse:

"Eu acho que se não houvesse a Turquia, os políticos alemães tornariam difícil encontrar um problema em suas campanhas (eleitorais). Como se as eleições fossem realizadas sobre a Turquia ou na Turquia. Mas geralmente a Alemanha e a Europa têm outros problemas. Estou certo de que o povo alemão tem outras expectativas para os políticos.

Esses tipos de abordagens, essencialmente, ajudam a fortalecer a nossa indústria de defesa nacional. Nesse sentido, aumentamos nossa produção local e nacional em todas as esferas. Nós fabricamos nossos próprios aviões de guerra e helicópteros. A Turquia nunca está desesperada. Mas o trabalho principal de um ministro de Exteriores é usar todos os seus meios para desenvolver as relações de seu país com os outros ", expressou.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros turco também enfatizou que a Alemanha é um aliado da Turquia.

"Mas, sempre dissemos isso ao criticar a abordagem da Alemanha sobre a organização terrorista Fetulahista (FETÖ) e sobre o grupo terrorista separatista PKK; Queremos cooperar com a Alemanha em todos os assuntos e desenvolver nossas relações ", concluiu.



Notícias relacionadas